A COVID-19 tem ajudado nossa igreja a orar com mais fervor

A COVID-19 tem ajudado nossa igreja a orar com mais fervor

Quando me tornei pastor de nossa igreja em Munique, nossa igreja fazia um estudo bíblico semanal. No entanto, uma vez por mês, realizávamos uma reunião de oração em vez do estudo da Bíblia. Em dias bons, a participação, na reunião de oração, era a metade dos que participavam dos estudos bíblicos. Em certa ocasião, alguém apareceu para o estudo da Bíblia, percebendo que era uma reunião de oração, desculpou-se, se virou e foi embora. Até tentamos fazer coisas diferentes no momento da oração, mas fosse o que quer que tentássemos, nunca funcionaram muito bem.
Então o Coronavírus se espalhou e nos disseram que não poderíamos nos reunir mais como igreja. Tudo parou, inclusive nossas reuniões de oração. Decidimos rapidamente mudar para reuniões on-line e, finalmente, iniciar um podcast da igreja que já havíamos planejado por um tempo.
Um colega também sugeriu algo incomum – que começássemos um tempo de oração diário pelo Skype para qualquer pessoa interessada. Ele anunciou por e-mail a todos os nossos membros. Fiquei encantado com a ideia e curioso para ver como seria.
Eu perdi a primeira ligação devido a outros compromissos, mas disse a ele que iria me juntar no dia seguinte. Porém, após o primeiro tempo de oração do Skype, ele me enviou um e-mail e disse que adiaríamos o segundo intervalo de tempo para noventa minutos depois, porque muitos membros queriam fazer parte dele. Testemunhei outra ligação em nosso segundo momento de oração pelo Skype, e o comparecimento foi muito bom. Três semanas depois, nossos números não diminuíram. Muito pelo contrário, agora estamos nos mudando para outras plataformas e criando tempos de oração adicionais para aumentar a capacidade.

Também me considero culpado. Antes de tudo isso, não era apenas a igreja que não estava ansiosa para se reunir para orar. Eu próprio estava mais interessado em estudos bíblicos do que em reuniões de oração. Mas isso está mudando – para mim e para muitos na igreja. De fato, esses momentos de oração se tornaram meu destaque diário. São bons tempos. Sim, não podemos nos encontrar. E, no entanto, continuamos intimamente conectados. É uma grande alegria encontrar muitos de nossos membros, que eu nunca havia visto em uma reunião de oração; que nunca os tinha ouvido orar antes – e agora eu os ouço todos os dias.
Ao orarmos pela Internet, sinto um desejo crescente de momentos de oração presenciais. Minha esperança e minha oração é que isso dure além do COVID-19, que as disciplinas iniciadas aqui continuem e tragam saúde à vida de oração da nossa igreja.
Deus é bom. Ele sempre usa circunstâncias que podemos achar ruins para levar a efeito seus gloriosos propósitos entre seu povo.

Deixe seu comentário

Please enter your name.
Please enter comment.