Pastor cubano é solto após mais de 1 ano preso por não enviar filho a escola comunista

Pastor cubano é solto após mais de 1 ano preso por não enviar filho a escola comunista

A Comissão dos Estados Unidos sobre Liberdade Religiosa Internacional (USCIRF) saudou a libertação do pastor Ramón Rigal em Cuba.

O pastor Rigal foi detido com sua esposa Ayda Expósito em 16 de abril de 2019 por educar em casa seus filhos devido a preocupações com a promoção do socialismo e ateísmo nas escolas cubanas.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Please enter your name.
Please enter comment.